Miley Cyrus e seu jeito “casual periguete” de ser

Depois de quatro anos do sucesso francês “LOL”, a diretora Lisa Azuelos foi chamada para lançar uma versão norte-americana do longa. Miley Cyrus vive a jovem conectada Lola e, para interpretar o papel, ela teve de abandonar as longas extensões que usava nos cabelos. A mudança no visual ocorreu em junho 2010

Na refilmagem de “LOL”, sucesso da diretora francesa Lisa Azuelos, até parece que Miley interpreta a si mesma –já que as roupas que usa no filme são bastante parecidas com o que ela veste na vida real.

Depois que abandonou a personagem Hannah Montana, a garota exemplar e (ex-)queridinha dos pais norte-americanos mostrou que fofa é o escambau. Miley quer mais é se divertir e não está preocupada com a opinião dos outros. Ela deixa isso bem claro em seu figurino cotidiano, repleto de shortinhos curtos, botas e barriga de fora.

Eu definiria o estilo dela como “casual periguete”. Ela quer mostrar o seu físico exuberante (conquistado com muito pilates) mas, ao mesmo tempo, não abandona o visual largadão. Esse é o primeiro filme da carreira de Miley em que ela consegue se livrar do jeito Hannah Montana de ser. Em “A Última Música” (2010), primeiro filme após o fim do sucesso da Disney, ela ainda estava “presa na personagem”. Agora, Miley é mulher.

Abaixo, veja os looks de Miley em “LOL”:

Na vida real, a atriz também gosta de usar camisetas rasgadas

Tanto em “LOL” como na vida real, Miley adora o o look xadrez, revelando as origens sulistas

Miley não tem medo de mostrar as pernas e microshorts são seus fiéis companheiros

Jeans rasgado… quem curte?

Shortinho + decote = combinação preferida de Miley

Ainda bem que os dias de Hannah Montana e peruca loira acabaram!

“LOL”
Ano: 2012
Direção: Lisa Azuelos
Figurino: Hope Hanafin

Se chover, faça como Angelina Jolie e vá de Hunter

Em cena do filme “Sr. e Sra. Smith” (2005), Angelina Jolie usa galocha Hunter vermelha

As botas Hunter são ótimas para esse inverno chuvoso. Na época das chuvas intensas, elas se tornam ainda mais úteis, tanto na cidade quanto no campo. Essas galochas ficaram conhecidas por serem usadas por membros da família real inglesa, pois são perfeitas para caça. O calçado também era usado pelo exército, já que a impermeabilidade dessas botas é garantida.

Lady Di também não resistiu     às botas Hunter

A marca foi criada em 1856, na Escócia, pelo empresário norte-americano Henry Lee Norris. No ano em que abriu as portas, apenas quatro pessoas trabalhavam na fábrica em Edimburgo. Em 1856, a Hunter já reunia cerca de 600 funcionários. Ou seja, já no século 19, a marca virou desejo de consumo. Na Primeira Guerra Mundial, as produções alavancaram ainda mais. Segundo a própria Hunter, 1,185,036 milhão de pares foram feitos para o exército britânico. O que era fashion virou necessário.

Mas além de úteis para quem deseja ficar com os pés secos durante um festival, uma caminhada ou até uma guerra, por exemplo, as botas Hunter são estilosas e usadas com frequência pelas famosas. O figurinista Michael Kaplan, conhecido por trabalhar com Brad Pitt em “Seven – Os Sete Crimes Capitais” (1995) e em “O Clube da Luta” (1999), foi o responsável por incluir as botas Hunter na cena da imagem acima, do longa “Sr. e Sra. Smith” (2005).

No Brasil, infelizmente não tem uma loja da Hunter, mas é possível encontrar essas botas na Ludique et Badin. Claro que, por aqui, uma bota dessas sai, no mínimo, por R$ 500, enquanto um modelo mais simples, de cano alto, sai por uns R$ 300 no Reino Unido. Dê uma olhada no site oficial da marca para ficar com gostinho. Na imagem abaixo, já dá para ter uma ideia do que esperar.

Qual cor você prefere?

“Sr. e Sra. Smith”
Ano: 2005
Direção: Doug Liman
Figurino: Michael Kaplan

Animal print faz sucesso nas telonas

Mia Wasikowska veste casaco com estampa de onça no filme “Inquietos”

Dois filmes lançados recentemente, “Inquietos” e “Shame”, mostram que casacos com animal print, principalmente os de oncinha, são boa opção para o inverno que está chegando. Além de estilosas, as peças dão personalidade às mulheres que as vestem. Dependendo da combinação, os casacos podem servir tanto para compor um look mais casual quanto um mais ousado, ideal para a noite.

Carey Mulligan e seu animal print, em cena do filme “Shame”

Veja algumas opções de peças com a estampa de onça que estão disponíveis em lojas nacionais de fast fashion e aposte no look:

Bolero com estampa de onça e laço, R$ 189, na Renner

Blusa de viscolycra com manga comprida e estampa de onça, R$ 59,90, na Renner

Colete em meia malha, R$ 49,90, na Renner

Casaco com estampa de onça, R$ 149,90, na C&A

Cardigã com estampa de onça, R$ 69,90, na C&A

Camisa com estampa de onça, R$ 59,90, na C&A

Elegância de Fassbender esconde drama pessoal em “Shame”

Por baixo de suas elegantes roupas, personagem de Fassbender revela drama pessoal em “Shame”

Nas horas em que está vestido, Brandon Sullivan, personagem viciado em sexo e vivido Michael Fassbender em “Shame” (2011), dá um show de elegância. É até difícil imaginar que, por baixo de todas aquelas belas roupas, existe um homem vivendo um grande drama pessoal.

De extremo bom gosto, o figurino assinado por David C. Robinson (“Encontro Marcado” e “O Golpista do Ano”) é perfeito para o outono/inverno, com direito a cachecol de cashemere, terno de tweed e paletó de veludo. Homens, apostem nessa combinação e, talvez, vocês vão se dar tão bem com as mulheres quanto Fassbender se dá no filme!

Aposte na combinação: Fassbender usa paletó de veludo com cachecol

“Shame”
Ano: 2011
Direção: Steve McQueen
Figurino: David C. Robinson

Luvas dão um toque especial a Mia Wasikowska em “Inquietos”

Mia Wasikowska e Henry Hopper em "Inquietos", de Gus Van Sant

Para cuidar do figurino de “Inquietos” (2011), o diretor Gus Van Sant resolveu convidar novamente Danny Glicker, com quem já trabalhou em “Milk – A Voz da Igualdade” (2008). A parceria não poderia ter resultado melhor.

No longa-metragem, Mia Wasikowska vive Annabel, uma jovem em estado terminal, diagnosticada com apenas mais três meses de vida. Os últimos dias da garota se tornam bem mais alegres quando ela conhece Enoch, personagem vivido pelo iniciante ator Henry Hopper.

O figurino dos dois é uma gracinha. O garoto, super bem arrumado, vive de terno e gravata com tênis All Star, combinação que faz todo o sentido até os 20 e poucos anos. Já Annabel parece ter saído dos anos 60.

Mas o que mais chama atenção no visual da garota são as luvas super coloridas que ela usa. O acessório dá um toque mais alegre, jovial e autêntico para Annabel.

Annabel usa luva azul turquesa-turquesa

As próximas imagens estão meio ruins, porque printei cenas do filme, mas dá para ver um pouco mais das adoráveis luvinhas de Annabel. As combinações são a cara do outono do hemisfério Norte:

“Restless”
Ano: 2011
Direção: Gus Vant Sant
Figurino: Danny Glicker