Le Lis Blanc homenageia Brigitte Bardot

Brigitte Bardot, eterna sex symbol francesa

A nova coleção da Le Lis Blanc homenageou a musa francesa Brigitte Bardot com três opções de camisetas de algodão. Mas detalhe importante: as blusas custam APENAS R$ 299,50, a unidade. Veja os três modelos:

Anúncios

“Rock of Ages” e os roqueiros das telonas

Tom Cruise na pele do metaleiro Stacee Jaxx

Chega aos cinemas, nesta sexta-feira (24), “Rock of Ages: o Filme”. Estrelado por Tom Cruise, Russell Brand, Alec Baldwin, Catherine Zeta-Jones e outros, o musical se passa nos anos 80 e conta a história de uma garota que, com o sonho de virar cantora, sai do interior de Oklahoma para viver em Hollywood. Divertido, o longa ainda é embalado por uma trilha sonora no melhor estilo rock farofa, repleta de hits dos anos 80, como “Here I Go Again” (Whitesnake); “I Wanna Rock” (Twisted Sister)  e “Rock You Like a Hurricane” (Scorpions).

Para homenagear a estreia roqueira desta semana, fiz uma seleção, de acordo com o gênero musical, de roqueiros das telonas. Escolha o seu perfil e inspire-se no estilo dos personagens:

METAL:

“Rock of Ages: o Filme” (2012): longa conta com figurino repleto dos exageros dos metaleiros dos anos 80

INDIE:

“Scott Pilgrim Contra o Mundo” (2010): adaptação dos quadrinhos para as telonas é estrelada por Michael Cera

ROCK STAR:

“Pior Trabalho do Mundo” (2010): Russell Brand vive um rockstar britânico neste longa de Nichollas Stoller

PÓS-PUNK:

“Control” (2007): cinebiografia de Ian Curtis, vocal do Joy Division, estrelada por Sam Riley

FOLK:

“Não Estou Lá” (2007): filme inspirado na vida do cantor e compositor norte-americano Bob Dylan

COUNTRY:

“Johnny & June” (2005): cinebiografia do cantor de música country Johnny Cash é estrelada por Joaquin Phoenix e Reese Witherspoon

GRUNGE:

“Últimos Dias” (2005): filme mostra como teriam sido os últimos dias de Kurt Cobain, vocalista do Nirvana morto em 1994

HARD ROCK:

“Escola do Rock” (2003): comédia dirigida por Richard Linklater mostra a história de um professor de música nada convencional (e com estilo super inspirado em Angus Young, guitarrista do AC/DC)

HIPPIE-WOODSTOCK:

“Quase Famosos” (2000): filme de Cameron Crowe mostra como é a rotina nada comum de uma famosa banda dos anos 70

ROCK CLÁSSICO:

“The Doors” (1991): cinebiografia do cantor Jim Morrison, vocal do The Doors, estrelada por Val Kilmer

MOD:

“Quadrophenia” (1979): filme baseado no álbum homônimo do The Who retrata o movimento mod, do começo dos anos 60

PUNK:

“Sid e Nancy” (1986): cinebiografia de Sid Vicious, controverso baixista do Sex Pistols

ROCKABILLY:

“Prisioneiro do Rock” (1957): terceiro filme da carreira de Elvis ainda mostra vestígios do estilo rockabilly do cantor

“Rock of Ages: o Filme”
Ano: 2012
Direção: Adam Shankman
Figurino: Rita Ryack

Meryl Streep usa a idade a seu favor em “Um Divã para Dois”

Diferentemente de suas colegas (de idade) brasileiras, no fime “Um Divã Para Dois”, Merryl Streep mostra que sabe envelhecer com elegância e, ao contrário de celebridades como Susana Vieira e Ana Maria Braga, tem a idade completamente a seu favor.

Aos 63 anos, a vencedora de três estatuetas do Oscar –por “A Dama de Ferro” (2011), “A Escolha de Sofia” (1982) e “Kramer Vs. Kramer” (1979)– interpreta Kay nesta comédia de David Frankel, diretor de “O Diabo Veste Prada” (2006). Ao lado de Tommy Lee Jones, ela vive um casal que, depois de trinta anos de casado, passa por um fim de semana de aconselhamentos para decidir o destino da relação.

Ann Roth foi a responsável por criar os looks de Merryl que, apesar de senhoril, não são nada caretas. Veja:

Merryl usa vestido amarelo com cardigã de estampas florais e colar

Merryl exibe look mais comportado, ideal para ir ao trabalho

Tons claros dão leveza e serenidade para a atriz

Mesmo na hora de dormir, ela não perde o charme nem abandona as estampas florais

Direção: David Frankel
Figurino: Ann Roth
Um Divã para Dois
Ano: 2012

Elvis não morreu!

Morte de Elvis completa 35 anos

A morte de Elvis completa 35 anos nesta quinta-feira (16). O indiscutível rei do rock faleceu no dia 16 de agosto de 1977. Para muitos, como a morte ainda é cheia de mistérios, “Elvis não morreu”. E não morreu mesmo, já que a sua imagem ainda é bastante presente e, afinal, ícones vivem para sempre.

Além do legado musical e artístico de Elvis, outra herança bastante viva é o estilo do cantor e ator. Fiz uma consulta rápido com meus amigos. A pergunta foi: “quando vocês pensam no Elvis, imaginam ele com qual roupa?”. A resposta foi unânime: “com aquele macacão branco”.

E “aquele macacão branco” é o traje American Eagle, feito pelo designer de roupas Bill Belew, responsável por criar outros looks exibidos por Elvis nos palcos. O traje é um dos figurinos de palco mais marcantes que já foi criado. No entanto, antes de construir essa imagem imponente e, pelo visto, eterna, bem no começo da carreira (meados da década de 50), o cantor tinha um visual rockabilly –foi daí que surgiu o topete!

O traje American Eagle foi feito pelo designer de roupas Bill Belew

Depois, com a carreira no cinema, Elvis teve que optar por looks mais sérios e sóbrios, que ajudaram a criar a imagem de bom moço e de galã. No cinema, Elvis atuou em 31 filmes e, apesar do extenso número de filmes, a imagem de Elvis nas telonas é bastante homogênea –tirando os looks dos filmes de época que fez.

A combinação de sucesso nas telonas era blazer, camisa desabotoada (revelando parte do peitoral), calça social e sapatos oxford ou penny loafer. Olha só:

Elvis em “Viva Las Vegas” (1964)

Cena do filme “Canções e Confusões” (1967)

Miley Cyrus e seu jeito “casual periguete” de ser

Depois de quatro anos do sucesso francês “LOL”, a diretora Lisa Azuelos foi chamada para lançar uma versão norte-americana do longa. Miley Cyrus vive a jovem conectada Lola e, para interpretar o papel, ela teve de abandonar as longas extensões que usava nos cabelos. A mudança no visual ocorreu em junho 2010

Na refilmagem de “LOL”, sucesso da diretora francesa Lisa Azuelos, até parece que Miley interpreta a si mesma –já que as roupas que usa no filme são bastante parecidas com o que ela veste na vida real.

Depois que abandonou a personagem Hannah Montana, a garota exemplar e (ex-)queridinha dos pais norte-americanos mostrou que fofa é o escambau. Miley quer mais é se divertir e não está preocupada com a opinião dos outros. Ela deixa isso bem claro em seu figurino cotidiano, repleto de shortinhos curtos, botas e barriga de fora.

Eu definiria o estilo dela como “casual periguete”. Ela quer mostrar o seu físico exuberante (conquistado com muito pilates) mas, ao mesmo tempo, não abandona o visual largadão. Esse é o primeiro filme da carreira de Miley em que ela consegue se livrar do jeito Hannah Montana de ser. Em “A Última Música” (2010), primeiro filme após o fim do sucesso da Disney, ela ainda estava “presa na personagem”. Agora, Miley é mulher.

Abaixo, veja os looks de Miley em “LOL”:

Na vida real, a atriz também gosta de usar camisetas rasgadas

Tanto em “LOL” como na vida real, Miley adora o o look xadrez, revelando as origens sulistas

Miley não tem medo de mostrar as pernas e microshorts são seus fiéis companheiros

Jeans rasgado… quem curte?

Shortinho + decote = combinação preferida de Miley

Ainda bem que os dias de Hannah Montana e peruca loira acabaram!

“LOL”
Ano: 2012
Direção: Lisa Azuelos
Figurino: Hope Hanafin

Reese Witherspoon mostra as pernas para ganhar batalha em “Guerra é Guerra”

Lady in red: Reese usa vestidos curtos de Winter Kate (à dir.) e Versace

Para conquistar os agentes Foster (Chris Pine) e Tuck (Tom Hardy) no longa “Guerra é Guerra”, Lauren (Reese Witherspoon) usa uma técnica fatal praticada por muitas mulheres: exibir as pernas sem medo de ser feliz. No longa do diretor McG (“As Panteras Detonando”), o figurino ficou por conta de Jody Welz, que já trabalhou em filmes como “Amor sem Escalas” (2009) e “Os Vingadores” (2012). Inspire-se em alguns modelitos da atriz:

Reese usa vestido de verão da Parker (à dir.) e peep toe Louboutin (à esq.)

Reese usa pulseira da Lanvin (à dir.) e prova que fica bem até com uma camisa verde-musgo (à esq.)

Claro que tanta produção tem um propósito. Dois, na verdade:

Chris Pine e Tom Hardy, os objetivos de Reese em “Guerra é Guerra”

“Guerra é Guerra”
Ano: 2012
Direção: McG
Figurino: Jody Felz

Espetáculo fica por conta de Emma Stone em “O Espetacular Homem-Aranha”

Emma Stone interpreta a jovem e doce Gwen Stacy em “O Espetacular Homem-Aranha”

Nesta terça (3), rolou a pré-estreia de “O Espetacular Homem-Aranha” no shopping Eldorado, em SP. Assisti ao filme e realmente não entendi a necessidade de renovar a franquia tão cedo assim. O primeiro longa da trilogia protagonizada por Tobey Maguire foi lançado em 2002, há apenas dez anos; a história é exatamente a mesma, só que contada com muitas diferenças; e ainda não conta com a Mary Jane, o verdadeiro e único amor de Peter Parker.

Na minha memória, o herói vivido por Maguire ainda é muito fresca, fator que dificultou (e muito) me encantar com a atuação de Andrew Garfield, que deu vida a um personagem muito mais descolado e malandro que o Peter do diretor Sam Raimi. Esse novo filme, aliás, me deixou com a impressão de que Parker é esquizofrênico, pois agora ele é uma pessoa completamente diferente.

No entanto, é preciso valorizar duas coisas: as cenas de ação do Homem-Aranha de Marc Webb (“(500) Dias com Ela”), principalmente as que o herói sai com suas teias percorrendo a cidade, são incomparavelmente melhores que as da primeira trilogia e o estilo de Emma Stone, atriz que faz par romântico com o protagonista, também é infinitamente mais encantador (e espetacular) que o de Kirsten Dunst.

Separei, abaixo, alguns looks da atriz. O figurino é assinado por Kym Barrett, também responsável pelo visual futurista de toda a trilogia “Matrix”.

Meia sete oitavos com bota cano alto e saia forma visual jovial, ideal para dia e noite

A personagem usa tons neutros e não dispensa as botas cano alto com saia

Assim como o look clean, a beleza da atriz é bastante discreta, pois a maquiagem é bem neutra

Misturas de estampas (blusa de listras e cachecol de poá) é opção para alegrar o look do dia a dia

“O Espetacular Homem-Aranha”
Ano: 2012
Direção: Marc Webb
Figurino: Kym Barrett